Brazil Energy Frontiers

Nesta quarta edição vimos que as fronteiras globais de evolução do Setor Elétrico já bateram à nossa porta. O modelo atual – fortemente centralizado, com segregação de mercados, com operação e precificação derivadas de modelos computacionais – que balizou o setor nas últimas décadas está sendo desafiado pela complexidade crescente tanto do lado da oferta quanto da demanda de energia.

Mas, afinal, como deve ser redesenhado o mercado de energia elétrica? 

Uma das visões de futuro sobre o tema foi trazida, na parte da tarde, pelo Prof. Alfredo Garcia, da Universidade da Flórida, reconhecido como um dos expoentes acadêmicos globais no tratamento dessas questões. 

Durante a manhã, foram avaliadas as perspectivas das mudanças regulatórias mais recentes, a partir da fala do Secretário Executivo do MME e de dois painéis de debates em que o Presidente da EPE, o Presidente do Conselho da CCEE, o Diretor Geral do ONS e agentes dos setores de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia apresentaram suas opiniões sobre riscos e oportunidades setoriais mais críticos a partir da abordagem "Da prancheta para a realidade".

Confira as apresentações. Clique aqui

patrocínio
Ouro
Bronze